Entre espaço e sentido, Eu, um Branco é também uma aprendizagem de trajeto. Uma viagem instalativa que empiricamente tomou a incorporação como forma de conhecimento. A África parece ter muito a dizer sobre isso, mas não tão diretamente onde eu estive (e ondeé sempre a forma como se pode experienciar um lugar). Uganda caracterizou em mim o desconforto da transmissão dos desejos coloniais nos corpos nativos. Branco não é só um eu, mas a cor do fantasma. Fantasma da colonização de lá, fantasma da escravidão de cá.

 

ficha técnica:


Uma criação de  Denise Stutz,  

Felipe Ribeiro e Isabel Martins


Direção : Denise Stutz e Felipe Ribeiro

Intérpretes : Felipe Ribeiro e Isabel Martins

Coordenação de Produção : Felipe Ribeiro

Produção Executiva : Samuel Paes de Luna

Edição de Imagens : Jeanne Dosse

Supervisão de Movimento : Maria Alice Poppe

Iluminação : Daniel Uryon

Som : Luciano Siqueira

Assessoria de Imprensa: Bianca Senna

                                        Astrolábio

Criação Gráfica : Evee Avila - Balão de Ensaio

Registro em Vídeo : Jeanne Dosse

Registro em Foto : Renato Mangolin


Melanie Joseph you are an undescribable part of it!






AGENDA::

2013 > estreia

de  29.11  à 09.12 de sex à seg

Sala Multiuso do Espaço SESC

Copacabana  -  Rio  de  Janeiro


prêmios e editais contemplados:

Este projeto foi contemplado com Premio Funarte Petrobras Klauss Vianna - 2012 

Eu, um Branco

Textos de Eleonora Fabião e Denilson LopesEu_um_Branco_Textos.html
Fotoshttps://plus.google.com/photos/114937953493893907118/albums/5955812342687961217?authkey=CPGxhef17tbFDA